quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Ciclovia Quinta da Granja – Telheiras (andamento das obras)

Está em adiantado estado de conclusão a ciclovia (ou parte dela), que ligará o centro comercial Fonte nova (Quinta da Granja) a Telheiras.

Passaremos a ter à disposição dos Ciclistas uma pista para Bicicletas desde Monsanto (Mata de S. Domingos) até Entre campos, Conforme mapa em anexo. Podemos ver como ficará o traçado final desta pista com cerca de 6 km’s e que facilitará em muito, o trânsito de velocípedes neste eixo habitacional da Cidade de Lisboa.
Entre outras, ficarão ligadas zonas como: Monsanto; Benfica; Colombo; Quinta da Luz; Carnide; Telheiras; Estádio de Alvalade; Campo Grande; Alameda da Cidade Universitária e Entre Campos. Digamos que esta, já é uma hipótese ciclável muito abrangente e empreendedora. Muito parecida às que se vêm por essa Europa evoluída fora.

A obra avança a bom ritmo, estando em muitos casos em fase de acabamento. Somente em frente ao C. C. Colombo é que ainda não se pode circular e, no Largo da Luz não percebi muito bem como é que vão ligar as pontas da Ciclovia até à rua da Escola Sec. De Carnide. De resto, e de uma forma geral, gostei muito do que vi.

Digamos que o mais fácil está feito. Quando digo isto não me refiro à obra em sim, mas sim ao projecto. Para mim todas estas vias Cicláveis estão (ou deviam estar) integradas num projecto em que, para além de se criarem as vias próprias para se poder circular em bicicleta, deve-se, e este é o ponto crucial, fazer com que as pessoas USEM a Bicicleta nessas vias.
Como dificuldade extra vai certamente surgir (digo-o, porque o tenho comprovado no dia a dia), uma falta de consciencialização, que faz com que os peões (quase todos) usem a Ciclovia para caminhar, não tendo a mínima noção de que tal piso, é, no todo, ou pelo menos em parte, para a circulação das Bicicletas.
- Não vai ser fácil! Unir todas as peças deste puzzle complexo. Infra-estruturas, Utilizadores; Condições de uso e Manutenção.

Aguardemos para ver, no que este “jogo” vai dar. Esperando porém, que com o passar do tempo tais Vias Cicláveis não entrem no esquecimento tornando-se mais um empecilho degradado nos passeios desta bela Cidade em que vivemos ou trabalhamos.

Nesta foto de satélite do Googlearth podemos comprovar o traçado desta Ciclovia. Monsanto está à esq. em baixo. O fim do trajecto e da linha vermelha representa a rotunda de Entre campos.


O inicio da obra...

... E a entidade responsável.


Zona mais movimentada da obra. Em frente ao Colombo.


Aqui é que a "coisa" se complica. Toda a gente anda na Ciclóvia mas ninguém tem uma Bicicleta. O pior disto é que, quando se aproxima uma, fica tudo impávido, sem se mover.


Toda a fachada do Colombo virada para o Estádio da luz é agora atravessada por uma Ciclóvia que faz a ligação a carnide. Para isso foram eliminados todos os estacionamentos da lateral dessa faixa. Menos carros, Mais Bicicletas.


Noutros locais, onde havia duas faixas de circulação, passou a haver somente uma, para se dar lugar a uma ampla e protegida via Ciclável.


Com a Igreja da Luz ao fundo.


Rua de acesso à Escola Secundária de Carnide e a TELHEIRAS


Hora de saída da escola... Tudo pela Ciclóvia...

Aqui, como não há espaço para tudo, terá que se ter muito cuidado e passar por trás da paragem de autocarros sem atropelar as pessoas, ou, ir à estrada.


Já em Telheiras encontramos a ligação com a Ciclóvia de Entre campos, também ela com alguns traçados novos bem conseguidos.


Aqui é que a "porca torce o rabo". Vai realmente ser muito difícil fazer cumprir "AS CICLÓVIAS"
VAMOS PEDALAR NAS NOVAS CICLOPISTAS!

Reportagem do Repórter Astigmático
Análise do Guarda-Rios

4 comentários:

jabas disse...

Só tenho é pena que os intervenientes do projecto e fiscalização não sejam outros. é só tachos...
De resto mais uma boa reportagem do repórter "astigmático"?

C.M. disse...

Hoje na minha bicicleta de dois lugares, com a minha mulher, vim na ciclovia desde a Avª do Brasil, em direcção ao Campo Grande, com o intuito de entrar em Telheiras e, junto ao terminal rodoviário do Campo Grande vi interrompida a ligação da ciclovia. Perdidos, acabámos por caminhar até ao centro de Telheiras, devido à grande confusão de tráfego ali existente, o que provocou um “ataque de nervos” àquela… Afinal, onde está a ligação, se é que ela existe…

Lisboa, 25 de Agosto 2011

Atentamente,

Cabral Mendes

(resido no Paço do Lumiar - Telheiras)

O Guarda Rios disse...

Ora Boas Cabral Mendes,

Compreendo a sua revolta. Eu próprio tenho lá passado e constato o mesmo. Ao que julgo será um interrupção momentânea por causa das obras e respectivo estaleiro, que estão precisamente em cima da ciclovia. Mas se voltar lá, poderá ver ou "imaginar" como era a ciclovia original(e espero que assim continue). Remetendo-me à descrição que fez, quando se chega aos viadutos da 2ª circular, segue-se as marcações no chão até ao tapume da obra, aí a ciclovia contorna a obra para o lado esquerdo e vira à esquerda por de baixo da Av Padre Cruz e contorna a linha do metro por cima. Depois desce para o túnel que vai dar a telheiras.
Enfim, com as obras não está fácil.

Cumprimentos,
João Galvão

C.M. disse...

Muito obrigado, João Galvão, pelo seu esclarecimento. De facto, para quem chega ali àquele estaleiro do Campo Grande, é muito difícil visualizar o prosseguimento da ciclovia. Esperemos, pois, que o percurso da mesma seja reposto. Temos de pressionar a CML. Já enviei a esta um e-mail a propósito deste assunto.

Com os meus cumprimentos.

Cabral Mendes