sábado, 17 de janeiro de 2009

Sacudir o peso da consciênçia (continuação)

Então tínhamos ficado por, o modo mais leve de secar o corpinho durante as deslocações de longo curso, e como isto faz parte da saúde e bem estar vou continuar com algumas deixas para que não sejamos apanhados desprevenidos durante essas mesmas viagens.

Como Homem prevenido vale por dois, gostaria de lembrar que quando andamos muito tempo seguido de bicicleta, algumas partes do corpo acabam por se ressentir, e as dores são inevitáveis.

Por isso devemos andar com umas aspirinas, dentro do saco de higiene pessoal, mas também uma pomadinha do tipo alibut, um baton de cieiro, e um gel para os pés, isto para lembrar que o peso é um dos mais indesejáveis, mas que há coisas que devem ser inevitáveis transportar.

Em termos de emergência gostaria de lembrar que nunca é demais trazer connosco uma manta térmica de emergência, porque a qualquer momento as temperaturas podem baixar, principalmente quem anda em altitudes acima dos mil metros.

No que à roupa diz respeito, e como eu sou um friorento desmedido, quero aqui deixar uma lista para que ninguém seja apanhado desprevenido, porque existem pequenos pormenores que podem fazer diferença, como por exemplo, um saquinho de plástico, para guardar a roupa suja, ou uns chinelinhos para tomar banho, para nos protegermos das micoses que se apanham nos balneários colectivos, ou ainda as molinhas da roupa para poder estender a roupinha quando temos de a lavar.

Quanto á roupa propriamente dita, deve ser leve e suave, por forma a que não faça muito peso e em contacto com o corpo a fricção e o sal da transpiração, não façam com que fiquemos com feridas, porque isso normalmente é uma das maiores causas de desconforto durante uma viagem de grandes distâncias.

1º umas calças do tipo caminhada cujas pernas se separam.

2º um corta vento, porque de manhã os dias normalmente estão frios.

3º uma camisola de agasalho, nunca se sabe o que podemos enfrentar.

4º uma calça fato de treino ( leve) pode fazer de pijama caso seja necessário, ou umas calças atletismo.

5º duas tshirt, e três camisolas de ciclismo, para que o corpo se mantenha o mais seco possível.

6º quem tenha, deve levar quatro pares de cuecas de ciclismo e dois normais, ou seis normais.

7º três ou quatro calções para pedalar, conforme o peso e o volume.

8º meias devem ser uns seis pares, para poder trocar no mesmo dia sem ter a preocupação de lavar nesse mesmo dia.

E quanto à roupa creio que estamos conversados, mas não será tudo, porque para estas andanças devemos levar mais coisinhas mas que eu lembrarei no meu próximo " post scriptum".

Desejo a todos Boas pedaladas com Muita Saúdinha da Boa!

2 comentários:

Depinho disse...

Está tudo muito bem. Mas como dizes o peso é o inimigo numero dois do ciclista ( o um é os cães). Tanta cueca !!! Grande homem!!! Mas pá! ciclista que se preze não usa cuecas por baixo dos calções.... à que dar liberdade aos movimentos e evitar fricções.. Meias .. tantas és mesmo prevenido... corta .
Um abraço ciclista e parabéns pelo Blog. Vou andando por aqui...

João disse...

Caro Depinho, essa dos cães nunca a senti, os "gajos" a mim nem cheiram... Até ao dia!
Quanto à roupa interior, também acho que o amigo Ricardo se estende um pouco. Deve ser por ter muito frio...LOL
Abraços e saudações pedalisticas.