segunda-feira, 20 de junho de 2011

Lisboa-Fátima-Mação-Castelo Branco-Monfortinho/Espanha (Em busca das GR12/GR10)




Atividade: mountain bike
Extensão da trilha: 443,66 quilômetros
Elevação mín: 7 metros, máx: 653 metros
Altura acum. subida: 6.168 metros, descida: 6.137 metros
Grau de dificuldade: skill Difícil
Horas: 8 dias 16 horas 36 minutos
Data: Junho 17, 2011
Termina no ponto de partida (circular): Não
Coordenadas: 11831

Algumas Fotos :


Barragem de Idanha (Marechal Carmona) com a aldeia de Monsanto ao fundo.
Por esta altura calcurriava já na GR 12, seguindo a marcação desde Idanha a Nova. Já aqui tinha passado anteriormente aquando das minhas participações na Maratona de Idanha .



Trilhos quase sempre "carregados" de PR's (pequenas Rotas). Muitas delas marcadas e sinalizadas pela Naturtejo.



O que outrora poderá ter sido uma casa, é agora uma bela imagem.
A Caminho de Monsanto, subindo paulatinamente a Calçada Romana que já vem desde Idanha a Velha.



...E por lá continuámos após passarmos a aldeia de Monsanto, primeiro em direcção a outro povoado bem mais pequeno (Maria Martins), e depois até um cruzamento de Caminhos, em Vale da Azenha.



Chegados a Penha Garcia, foi lá que me refresquei. Nesta fonte, bebi uma das águas mais frescas e proveitosas que saboreei por este Portugal fora...



... No alto do castelo, onde se pode comprovar a agressividade do relevo em Penha Garcia.
Com Monsanto a Sul.



...Na encosta Norte desta bela aldeia, temos escondida atrás dos montes; a Barragem de Penha Garcia, que "explora" as águas do Rio Ponsul. Tal curso já nos acompanha desde Idanha a Nova e está constantemente presente ao longo da GR 12.


O relevo por terras raianas, entre Monfortinho e Termas de Monfortinho.



O Rio Erges e a definição de Fronteira com Espanha, em Termas de Monfortinho.

- Final desta exploração, em busca da GR 12.
Para lá da fronteira poderemos encontrar alguns traçados marcados da GR 10 (ponte de ignição para esta viagem), aos quais voltarei noutro dia, com alguma paciência e tempo, não só em busca dos trilhos que nos levam até Valência (final desta marcação internacional, com mais de 1500 km), mas principalmente até às imediações de Caparra (já a caminho de Salamanca), onde o famoso Arco Romano de quatro voltas faz o cruzamento de vias romanas. Num futuro (que se quererá não muito distante) apresentarei por aqui a ligação do que agora foi marcado, com a Via de la Plata. No que será mais uma hipótese de progressão rumo ao Norte e mais especificamente a Santiago de Compostela.





GR


3 comentários:

Juan Holgado disse...

Amigo Joao. Gracias por compartir todo ese montón de información.
En las próximas semanas continuaré, como senderista, el GR12 E7, que en España es el GR10 entre Valencia y la frontera de Portugal.
He descargado el track para el GPS completo que tienes en Wikiloc pero no consigo cargarlo en mi GPS. Quizá hay algún error en el contenido.
Gracias por tu ayuda y colaboración. Un cordial saludo.
www.jaholgado.com

Juan Holgado disse...

Amigo Joao. Ya resolví el problema que tenía con el track para el GPS. El nombre del fichero era demasiado largo y por esa razón no me permitía hacerlo visible y lo rechazaba. Lo que hice fue acortar el nombre de dicho fichero y entonces ya fue admitido por el GPS.
Gracias nuevamente.
Juan Holgado
www.jaholgado.com

João Galvão disse...

Boas Juan,
Fico contente por teres conseguido resolver a questão do GPS. Desejo-te uma viagem espectacular e boas recordações. Eu adorei a parte que fiz da Serra da Gata.
Depois manda notícias dessa travessia.
Cumprimentos e boas pedaladas,
João Galvão