segunda-feira, 25 de julho de 2011

MONSANTO ÉPICO (Volta única e Limpa 75 km)

Agora sim... O Guarda Rios está de Parabéns...

EPIC MONSANTO 75 km

Numa Volta única e num traçado limpo.

...Uma "Obra Prima"...







Atividade: mountain bike
Extensão da trilha: 74,4 quilômetros
Elevação mín: 46 metros, máx: 231 metros
Altura acum. subida: 1.599 metros, descida: 1.586 metros
Grau de dificuldade: skill Muito difícil
Horas: 7 horas 3 minutos
Data: Julho 25, 2011
Termina no ponto de partida (circular): Sim
Coordenadas: 3194
© nés Todos os direitos reservados


Algumas NOTAS:

Em Monsanto, já o disse em ocasiões anteriores, nem sempre é fácil; - às vezes nem sequer é exequível - seguir um traçado proposto por GPS.
Por existirem algumas condicionantes sobejamente conhecidas duns, mas para outros nem tanto. – Assim: quer pelo extenso arvoredo, mas também pela proximidade entre trilhos e singles, muitas vezes somos levados ao engano. Já para não falar das dificuldades na comunicação com os satélites, que pode ser afectada por vários factores (Nuvens, arvores, vento e interferências)
Por todos esses possíveis inconvenientes a que um GPS (também) pode estar sujeito, aqui deixo algumas dicas, para melhor aproveitar este EPIC MONSANTO:
- Depois de muita prospecção e confirmação, este traçado final foi gravado a 24 de Julho.

- Traçado gravado com GPS Garmin 60 CSX com definições de origem. - Escala do GPS entre 20 e 50 mt (aconselho 30).
- Ideal nos meses de Verão e Outono (de outra maneira muitos dos singles estariam incógnitos ou mesmo intransponíveis.
Mesmo tendo o traçado sido passado a “pente fino”, há sempre a hipótese de algum single estar “ fechado” (muitas vezes, com o cair de uma árvore, deixa de se passar por um sítio, e esse single “morre”). Também se pode dar o caso de, por falta de frequência, um determinado single estar um pouco pior e com mais arbustos e silvas a dificultar a passagem. Já para não falar nas limpezas a que o Parque Florestal é sujeito sazonalmente, e que derivado ao movimento das máquinas, não só limpa o mato rasteiro e as folhagens (sempre desaconselhados quando a preocupação é segurança nas florestas), mas que desbrava e ELIMINA quase por completo os singles; - Que "nós" tanto gostamos.
Regra geral deve seguir-se o traçado proposto. Eu já o fiz por mais do que uma vez. Desde que numa boa escala de visionamento (sugeri 30 mt) e alguma atenção nos cruzamentos de trilhos será fácil concluir este belo projecto.

João Galvão
Guarda Rios (o próprio...lol)

4 comentários:

SEVEN disse...

Boa tarde
Não é fácil seguir o traçado, mas parabens.
Excelente track.
Ainda só fiz uma parte do track.
Boas pedaladas
SEVEN

O Guarda Rios disse...

Olá SEVEN,

Eu tentei limpar o melhor possível o traçado, assinalar os cruzamentos e os dois ou três pedaços de 50/100 mt, em que o percurso repete. Tenho consciência que não deve ser fácil levar à letra o track sem um ou outro engano. -Mas espero que sejam pequenos. Depois de marcar o trilho, já o fiz, seguindo o traçado de download e pareceu-me bastante fiel.
Quais foram as tuas maiores dúvidas?
Pode ser que eu ajude em alguma questão...
Cumprimentos,
João Galvão (GR)

SEVEN disse...

Boa tarde João
Voltei novamente a iniciar o track depois de estar a visualizar o video. E já consegui efectuar alguns pontos onde me tinha perdido anteriormente. Uma ou duas vezes por falta de atenção. Mas tirando isso, ainda não consegui fazer o track todo.
No domingo passado fiz 52km em 4 horas. Preciso de mais tempo para o fazer por completo.
Alguns dos trilhos fizeste a subir, mas a descer tem muito mais gozo. Mas percebi, que foi para aproveitar ao máximo.
Excelente trabalho. Parabens.
P.S. Fiz a Algarviana a 3 anos contigo e mais pessoal, claro.
Boas pedaladas
SEVEN

João Galvão e Ricardo Rosa disse...

Boas Seven, Não tinha a certeza se estaria a visualizar correctamente a tua cara, visto nessa Algarviana sermos muitos. Mas depois de ver o teu blog e as tuas fotos no Picasa, avivei a minha memória. Parabéns pelas voltas, principalmente as tuas participações várias na Algarviana...
- Também quero lá voltar.
Quanto ao track de Monsanto, obrigado pelos elogios. Vê se consegues fazer todo; E mais importante, temos que nos reunir ao pedal, para mais voltas, um destes dias. Também vi que costumas andar pela Arrábida. - É que depois de marcar uma Épica em Monsanto e em Sintra, gostaria de o fazer nessa serra tão dura. Talvez vá iniciar as prospecções em setembro...
Vamos falando.