segunda-feira, 31 de agosto de 2009

A Via de la P(l)ata. O Epílogo.

Depois desta longa jornada (muita dela… para a noite), estou realmente cansado. Quando digo cansado, refiro-me não só ao desgaste físico mas também a todos os outros que possam imaginar. Sinto cansaço em cada poro da minha pele. É por certo um estado passageiro que irei combater em breve. Mas confesso que me está a custar pensar em andar de bicicleta. Vou dar uns dias. Para mais, ainda tenho muito trabalho para realizar com o arquivo da volta. Estou a trabalhar os track’s GPS para os arquivos, e para poderem estar disponíveis no Wikiloc, ao mesmo tempo trato de publicar as muitíssimas fotos que tirámos (cerca de 1500).

Destes treze dias intensos em cima da bicicleta, guardo uma enormidade de situações e imagens que vos passaremos através das fotos e de alguns relatos que a breve trecho faremos.
Resumidamente direi que, neste Caminho, que acabaram por ser dois, a Via de la Plata propriamente dita (a via romana Emérita Augusta) e o caminho Sanabrês, passámos dos intoleráveis 45 graus da Andaluzia e da Estremadura, que nos faziam parar antes das duas da tarde, para os húmidos 10 da Galiza, que pela manhã nos obrigavam a andar de luvas compridas e de casacos fechados até ao pescoço. Das paisagens desertas das pradarias, em que nem mesmo os animais se deslocam (autênticos ambientes de filmes de “western esparguete”… Alguns quem sabe, filmados nestas paragens), aos bosques fechados e húmidos do Norte espanhol onde a inevitável lama deu um ar da sua graça.

A paleta de disparidades fica demonstrada por um acontecimento curioso. No sul, onde os mais de oito litros de água por nós ingeridos diariamente, acabavam por não ser suficientes para a desidratação a que estávamos sujeitos, não vislumbrámos quase nenhum ponto de água. Ao contrário, ao chegarmos à Galiza deparámos com uma fonte em cada localidade.
Apesar do duro teste correu-nos tudo bastante bem.
Agora só nos resta preparar os futuros projectos que se querem ainda mais ambiciosos.
GR

1 comentário:

jabas disse...

Antes demais PARABÉNS às TRÊS pela magnifica volta. Cá esperamos ansiosamente o relato da vossa voltita de verão.
Entretanto essa do "estou farto da bicicleta" deu vontade de rir.